Direct2D : a novidade do Windows 7

Alyen
Direct2D : a novidade do Windows 7
Votar

Entre as novidades do Windows 7, ainda existe uma sobre a qual nós não falamos: o Direct2D. Não Três D, Dois D. Assim como as janelas e os jogos anteriores a Duke Nukem 3D (sim, pois existiram dois Duke Nukem em 2D).

A idéia por trás do Direct2D é bem simples: substituir o antigo sistema (GDI e GDI+) por uma renderização acelerada pela placa gráfica. O Direct2D faz parte do DirectX 10.1 e ele pode ser utilizado pelas placas antigas no modo de compatibilidade (contanto que a placa gráfica em questão suporte o DirectX 9). Uma das vantagens desta API, disponível em C e em C++ para os desenvolvedores Windows, é principalmente o gerenciamento nativo do antialiasing e um gerenciamento via hardware das curvas e das formas geométricas. As curvas, os textos e todos os elementos 2D são filtrados e isso permite uma renderização mais fácil no Windows 7, e tudo isso sem utilizar a CPU como acontece atualmente. O Direct2D, que funciona de qualquer modo mesmo sem uma placa compatível através de uma emulação via software, deverá permitir uma aceleração significativa das interfaces dos softwares no Windows 7, com tudo sendo facilmente intercambiável com o Direct3D: é possível criar, por exemplo, um cubo em 3D com o Direct3D e animar os objetos em 2D de cada face deste mesmo cubo com o Direct2D.

Bem, este tipo de aceleração já existe no Mac OS X, Quartz 2D Extreme (rebatizado de Quartz GL no Leopard), mas ele não é mais utilizado.

Fonte: Presence-PC

Artigos relacionados

Temas
Tecnologia é Tudo © 2018 - Todos os direitos reservados.Desenvolvido por Alyen Studio

Send this to a friend