Microsoft e Yahoo! anunciam acordo para competir com Google

Painkiller
Microsoft e Yahoo! anunciam acordo para competir com Google
Votar

A gigante da informática Microsoft e o grupo de internet Yahoo! anunciaram nesta quarta-feira (29) ter chegado a um consenso para manter aliança de uma década e avançarem na batalha de publicidade e buscas on-line contra o Google.

A Microsoft tentou comprar o Yahoo! no ano passado, mas sua oferta de US$ 47,5 bilhões foi recusada. Por outro lado, a tentativa do Yahoo! de fechar um acordo na área de busca por publicidade com o Google também fracassou sob análises de órgãos reguladores.

O principal ponto do acordo, que será implementado em diversas fases, é que as duas companhias compartilharão receita. A aliança deve ser fechado no início de 2010 e a previsão é de que se mantenha efetiva até 2020.

O Yahoo! calcula que seu volume de negócio anual pode aumentar em US$ 500 milhões e que economize cerca de US$ 200 milhões em custos.

“Este acordo oferece valor ao Yahoo!, a nossos usuários e ao setor. Acho que coloca os alicerces para uma nova era de inovação e desenvolvimento na internet”, disse a diretora-executiva do Yahoo!, Carol Bartz.

Em um comunicado divulgado nesta manhã, o executivo-chefe da Microsoft, Steve Ballmer, disse que “por meio deste acordo com o Yahoo!, vamos inovar nas buscas, gerar melhores valores para anunciantes e dar ao consumidor chance de escolher em um mercado atualmente dominado por apenas uma companhia”.

Em maio deste ano, a Microsoft anunciou uma ferramenta de buscas chamada Bing. A plataforma agradou os internautas com recursos como comparação de preço e busca de vídeos com reprodução automática –basta passar o mouse sobre as miniaturas.

A companhia ganhou espaço no mercado de buscas nos Estados Unidos com o lançamento do Bing. Dados da empresa StatCounter indicam que o Bing, lançado oficialmente no dia 3 de junho, ficou com 8,23% das buscas feitas naquele mês –em maio, a Microsoft havia conseguido um índice de 7,81%. Na primeira semana de funcionamento, o Bing chegou a 9,21% de participação.

Enquanto isso, o Google teve uma leve queda: ficou com 78,48% das buscas em junho, contra os 78,72% registrados antes do lançamento do Bing. O segundo colocado nesse mercado, o Yahoo!, cresceu de 10,99% para 11,04%.

Artigos relacionados

Temas
Tecnologia é Tudo © 2018 - Todos os direitos reservados.Desenvolvido por Alyen Studio

Send this to a friend