Google põe fim a acordo polêmico com Yahoo

Painkiller
Google põe fim a acordo polêmico com Yahoo
Votar

Depois de enfrentar a oposição do setor publicitário e investigações antitruste pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos, o acordo de publicidade entre Google e Yahoo teve seu fim anunciado nesta quarta-feira pelas duas empresas.

Firmada em junho, a parceria daria ao Yahoo o direito de utilizar a rede de publicidade do Google para colocar alguns anúncios vinculados a resultados de busca em seu site, o que ajudaria a elevar sua receita.

Antes de ser colocado em prática, o acordo foi submetido à análise de agências regulatórias, iniciando um processo de cerca de quatro meses marcado pela preocupação de diferentes setores, incluindo agências de publicidade, que demonstraram medo com a possibilidade de os preços aumentarem.

As acusações de que a parceria era prejudicial à concorrência levaram os dois gigantes da Internet a considerar a reformulação do acordo, com o objetivo de garantir a aprovação pelo Departamento de Justiça. Depois de algumas mudanças, uma nova proposta foi submetida à avaliação judicial no último final de semana.

Se os novos limites fossem aceitos pelas autoridades regulatórias, provavelmente reduziriam os benefícios financeiros do acordo para o Yahoo, que ainda sofre as conseqüências do fracasso das negociações com a Microsoft.

Em nota publicada no blog oficial do Google nesta quarta-feira, David Drummond, diretor jurídico da empresa, falou sobre o desapontamento com o cancelamento do acordo, mas justificou a decisão: “Insistindo (com esse projeto) corríamos não só o risco de travar uma longa batalha jurídica, como também o de prejudicar as relações com outros associados, o que não interessa a longo prazo ao Google nem aos usuários, de modo que decidimos pôr fim ao acordo”, explicou Drummond.

Artigos relacionados

Temas
Tecnologia é Tudo © 2018 - Todos os direitos reservados.Desenvolvido por Alyen Studio

Send this to a friend