Intel vs AMD : aceleração H.264 e VC-1

Painkiller

O site LegitReviews publicou uma interessante análise sobre a reprodução multimídia do formato Blu-ray, comparando o último chipset gráfico integrado da Intel, o X4500 e a última placa da AMD, sua Radeon HD 4830. Eles fundamentaram o seu teste na taxa de utilização da CPU para comparar a eficiência da aceleração dos formatos H.264 e VC-1 de cada GPU.

A última placa da Intel dispõe, segundo as suas características de aceleração dos formatos de alta definição, do suporte para o formato H.264 que é o formato de vídeo dos Blu-ray testados. A configuração de testes contou com uma placa mãe Intel DG45ID e com um processador de quatro núcleos, Intel Q9300 e 4GB de memória DDR2 com uma latência CAS de 5ns. E tudo isso gerenciado pelo sistema operacional Windows Vista 64-bit Ultimate.

Os testes deixaram claro que o IGP da Intel exerce aceleração sobre os arquivos, mas não de forma total, pois ele exige no pior dos casos um uso de CPU de 42,2% (H.264) e 36,1% (VC-1). Pra resumir, a última placa gráfica da AMD, e isso graças a função ATI AVIvo, é capaz de acelerar os conteúdos de alta definição de uma forma muito mais eficiente, tendo uma necessidade de CPU 70% menor do que a opção da Intel, pois a taxa de ocupação da CPU neste caso foi de apenas 13% para a visualização do mesmo conteúdo.

A Intel leva vantagem no campo dos processadores, mas está claro que a AMD está fazendo um excelente trabalho na área gráfica e a última linha de placas Radeon HD se beneficia de um chip UVD 2 (Universal Video Decoder 2) que praticamente realizada todas as funções de decodificação e de escalabilidade dos formatos de alta definição por um preço realmente competitivo.

[easy-social-share buttons="facebook,twitter,google,pinterest,print,mail,love" counters=1 counter_pos="insidebeforename" style="button" point_type="simple" url="https://www.tecnologiaetudo.com/hardware/processadores/intel-vs-amd-aceleracao-h264-vc-1/" text="Intel vs AMD : aceleração H.264 e VC-1"]

Artigos relacionados

Temas
Tecnologia é Tudo © 2020 - Todos os direitos reservados.Desenvolvido por Alyen Studio