AMD Puma será capaz de superar o Centrino ?

Alyen
AMD Puma será capaz de superar o Centrino ?
Votar

Segundo John Taylor, responsável pela divisão gráfica, mais de 100 computadores portáteis estão sendo desenhados com base na arquitetura do felino da companhia. Quase pronta para a sua chegada ao mercado, a nova plataforma para portáteis da AMD ameaça o Centrino da Intel principalmente na área gráfica.

Para Taylor esta é a confirmação do apoio a nova plataforma que conta com características muito interessantes. A principal, a tecnologia Hybrid Crossfire, que utiliza um chip gráfico integrado para tarefas comuns que não precisam de muita potência de processamento gráfico, somando a sua performance a de uma VGA dedicada adicional que entrará em funcionamento quando o sistema precisar.

Isto sugere um importante incremento na versatilidade do equipamento, o barateando dos custos e menor consumo de energia o que ampliará a duração das baterias.

Outra tecnologia que integrará o sistema é o denominado SidePort, um buffer de memória de 32 bits DDR com capacidades entre 16MB e 128MB, que aumentará o barramento e evitará que o chip gráfico integrado use a memória do sistema.

O chipset sobre o qual toda a plataforma vai girar será um da série 7, como o 780G com suporte gráfico integrado, que melhorará sua performance até uns 60% com a combinação de placas gráficas da série econômica HD 34xx.

Os Turion 64 Ultra e Turion 64 dual core, com velocidades de 2 e 2,4GHz serão alguns dos processadores para o Puma. Seu consumo de energia oscila entre os 32 e os 35Watts, mas existirão outros modelos com apenas um núcleo que não consumirão mais de 25Watts. Estes processadores serão substituídos pela próxima geração de CPUs móveis da AMD de codinome “Lion”.

Os primeiros “Puma” poderão ser vistos na feira “Computex 2008” que acontecerá em Taiwan no mês de junho.

Fonte: TheInquirer.

Artigos relacionados

Temas
Tecnologia é Tudo © 2018 - Todos os direitos reservados.Desenvolvido por Alyen Studio

Send this to a friend