AMD apresenta Phenom X3 de revisão B3 oficialmente

Alyen
AMD apresenta Phenom X3 de revisão B3 oficialmente
Votar

Considerava-se que a AMD iria apresentar os processadores trinucleares Phenom X3 8×50 no dia 24 de abril, mas isso aconteceu hoje. Vale lembrar que os estreantes marcam não apenas a passagem dos processadores AMD trinucleares à revisão B3 como também o aparecimento à venda. Além disso, a freqüência nominal máxima da linha Phenom X3 subiu para 2,4 GHz.

Há muito tempo a AMD tentou passar aos usuários que os processadores trinucleares poderiam tornar-se uma espécie de curinga entre os modelos binucleares e quadrinucleares: preço próximo de um binuclear com o desempenho próximo de um quadrinuclear. De acordo com testes sintéticos e recentes, a última condição é satisfeita e faltava apenas uma definição quanto aos preços sugeridos.

Sobre essa questão a AMD reexaminou a tabela de preços dos Phenom X3 a semana inteira e a versão final parece suficientemente tentadora:

  • Phenom X3 8750 (2,4 GHz, TDP de 95 W): US$ 195;
  • Phenom X3 8650 (2,3 GHz, TDP de 95 W): US$ 165;
  • Phenom X3 8450 (2,1 GHz, TDP de 95 W): US$ 145.

É fácil fazer um comparativo com os preços dos processadores quadrinucleares:

  • Phenom X4 9850 Black Edition (2,5 GHz, TDP de 125 W): US$ 235;
  • Phenom X4 9750 (2,4 GHz, TDP de 125 W): US$ 215;
  • Phenom X4 9550 (2,2 GHz, TDP de 95 W): US$ 209.

Dispensando um núcleo a 2,4 GHz, você economiza apenas US$ 20. A diferença de preço entre os modelos mais modestos é maior: preferindo o Phenom X3 8450 ao invés do Phenom X4 9550, a economia chega a 64%. Entretanto, o problema geral na atual tabela tarifária da AMD também afeta o posicionamento dos processadores Phenom X3: os preços são muito próximos, o que pode prejudicar a venda dos modelos mais modestos.

As características dos processadores Phenom X3 de revisões B2 e B3 são comparadas na tabela abaixo:

 

Como pode ver, não há diferenças entre as duas revisões, exceto se considerar a ausência do bug do TLB nos processadores de revisão B3. Cada núcleo tem à disposição 512 KB de cache L2 e o cache L3 com volume de 2 MB é compartilhado entre eles. O link HyperTransport 3.0 opera a 3.600 MHz, assim como em todos os processadores Phenom X4 com freqüência nominal análoga.

O overclock dos processadores Phenom X3 não é pior nem melhor que o de seus companheiros quadrinucleares – a freqüência de 2,8 GHz pode ser alcançada. A desativação do quarto núcleo estranhamente afetou o nível de consumo de energia. Do ponto de vista de desempenho, o problema dos processadores trinucleares consiste no fato de que nem todos os aplicativos reconhecerão a quantidade de núcleos e distribuirão a carga adequadamente. Por causa disso, em certos casos, um Phenom X3 pode perder para um Athlon X2, por exemplo. Todavia, como alternativa barata aos Phenom X4, os modelos “low-order” dos X3 são bem atraentes.

Fonte: Overclockers.ru.

Artigos relacionados

Temas
Tecnologia é Tudo © 2018 - Todos os direitos reservados.Desenvolvido por Alyen Studio

Send this to a friend