Detalhes do Futuro Processador Intel Nehalem

Testando

 nehalem - Detalhes do Futuro Processador Intel Nehalem

A Intel divulgou detalhes sobre o futuro processador Nehalem, que deverá chegar ao mercado no final deste ano. Os principais recursos incluem um controlador de memória integrado de três canais, três níveis de cache, a volta da tecnologia HyperThreading, um novo barramento externo chamado QuickPath e muito mais.

Abaixo nós resumimos uma lista dos principais recursos do Nehalem:

  • Baseado na microarquitetura Intel Core.
  • De dois a oito núcleos.
  • Controlador de memória DDR3 integrado com três canais de memória.
  • Caches de memória L2 individuais de 256 KB para cada núcleo.
  • Cache de memória L3 de 8 MB.
  • Novo conjunto de instruções SSE 4.2, com a adição de sete novas instruções para processamento de textos e strings, coletivamente chamadas “Application Target Accelerators” ou “Aceleradores para Aplicações-Alvo”.
  • Tecnologia de multi-threading simultâneo (SMT, Simultaneous Multi-Threading) de duas vias.
  • Aprimoramentos na microarquitetura (Unidade de envio de 4 vias).
  • Aprimoramentos na unidade de previsão de desvios, com a adição de um segundo Buffer de Desvios (BTB, Branch Target Buffer).
  • Um segundo Buffer de Tradução de Endereços (TLB, Translation Look-aside Buffer) com 512 entradas.
  • Aumento do desempenho da tecnologia de virtualização.
  • Novo barramento externo QuickPath (duas conexões por soquete de processador).
  • Tecnologia de fabricação de 45 nm.

O processador Nehalem será construído com tecnologia de 45 nm baseado na microarquitetura Intel Core. Em outras palavras, é um processador baseado nos atuais Core 2 Duo.

No que diz respeito ao cache de memória, a Intel usará a mesma abordagem de cache que a AMD está usando em seus processadores Phenom, ou seja, caches L2 individuais para cada núcleo e um cache de memória L3 compartilhado. Cada cache de memória L2 será de 256 KB e o cache L3 será de 8 MB (veja a Figura 2). O cache L1 permanece igual ao Core 2 Duo (64 KB, 32 KB para instruções e 32 KB para dados).

Como você pode ver este será o primeiro processador da Intel para desktops a incluir um controlador de memória no próprio processador, coisa que a AMD já vem fazendo desde 2003 com seus processadores Athlon 64. Este procedimento aumenta o desempenho da memória (ou seja, a taxa de transferência da memória), já que o controlador de memória estará muito mais próximo dos núcleos do processador, eliminando atrasos envolvidos no processo de comunicação do processador com o controlador de memória presente na placa-mãe.

O Nehalem terá um controlador de memória DDR3 integrado, suportando memórias DDR3-800, DDR3-1064 e DDR3-1333. Mas é o que é realmente novo no mercado é o uso de uma arquitetura usando três canais de memória, ou seja, três módulos de memória serão acessados ao mesmo tempo, transferindo 192 bits por ciclo de acesso em vez de 128 bits como acontece na configuração de dois canais e 64 bits como acontece na configuração de um único canal, oferecendo um aumento de desempenho de 50% em relação à arquitetura com dois canais. Quando três módulos DDR3-1333 são instalados, a largura de banda disponível aumentará para 31.992 MB/s se comparado a 21.328 MB/s na atual configuração de dois canais usando as mesmas memórias.

O Nehalem terá um controlador de memória DDR3 integrado, suportando memórias DDR3-800, DDR3-1064 e DDR3-1333. Mas é o que é realmente novo no mercado é o uso de uma arquitetura usando três canais de memória, ou seja, três módulos de memória serão acessados ao mesmo tempo, transferindo 192 bits por ciclo de acesso em vez de 128 bits como acontece na configuração de dois canais e 64 bits como acontece na configuração de um único canal, oferecendo um aumento de desempenho de 50% em relação à arquitetura com dois canais. Quando três módulos DDR3-1333 são instalados, a largura de banda disponível aumentará para 31.992 MB/s se comparado a 21.328 MB/s na atual configuração de dois canais usando as mesmas memórias.

A grande notícia é o retorno da tecnologia HyperThreading, agora chamada de Multi-Threading Simultâneo (SMT, Simultaneous Multi-Threading ). Esta tecnologia permitirá que cada núcleo do processador seja reconhecido pelo sistema operacional e programas como dois processadores independentes. Dessa forma um micro equipado com um processador de quatro núcleos será reconhecido pelo sistema operacional e programas como tendo oito processadores.

[easy-social-share buttons="facebook,twitter,google,pinterest,print,mail,love" counters=1 counter_pos="insidebeforename" style="button" point_type="simple" url="https://www.tecnologiaetudo.com/hardware/detalhes-futuro-processador-intel-nehalem/" text="Detalhes do Futuro Processador Intel Nehalem"]

Artigos relacionados

Temas
Tecnologia é Tudo © 2020 - Todos os direitos reservados.Desenvolvido por Alyen Studio