Desenvolvem um chip de grafeno que poderia atingir os 1.000GHz

Alyen
Desenvolvem um chip de grafeno que poderia atingir os 1.000GHz
Votar

O Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT) desenvolveu um chip de grafeno que poderia ser capaz de atingir velocidades de 500 a 1.000 GHz. Os resultados da investigação serão emitidos na edição de maio da publicação Electron Device Letters. Esta investigação foi dirigida por Tomás Palacios, professor do Departamento de Engenharia Elétrica e Ciências da Computação, o qual assegura que o chip desempenhará um papel finque no futuro a eletrônica.

Para quem não o saiba, o grafeno é uma estrutura laminar plana, de tão só um átomo de grossura, composta por átomos de carbono densamente empacotados numa ventilação cristalina em forma de panal de abelha. Faz relativamente pouco se demonstrou que é o material mais resistente que existe, pelo que os novos chips de grafeno permitirão multiplicar as freqüências de sinal elétrico com a utilização de um só transistor e com uma produção mais limpa, já que não requer de filtragem.

Palacios disse que a tecnologia poderia ser comercializada dentro de um ano ou dois. A investigação está sendo financiada tanto por MIT como por vários centros de investigação, além de seguida tanto pelo governo federal como por empresas de eletrônica privadas.

Artigos relacionados

Temas
Tecnologia é Tudo © 2018 - Todos os direitos reservados.Desenvolvido por Alyen Studio

Send this to a friend